"Do nosso coração, só pode brotar a palavra gratidão", disse a Ir. Rosane, diretora-presidente da Rede de Saúde e Cultura Santa Marcelina.

SMARCELINA1

Na manhã do dia 24 de agosto, na capela externa do Hospital Santa Marcelina, de Itaquera, nosso bispo diocesano, Dom Manuel Parrado Carral, presidiu a solene celebração eucarística em ação de graças pelos 60 anos do Hospital Santa Marcelina na região, inaugurado em 1961 sob a orientação da Irmã Sophia Marchetti, com o objetivo de sanar as necessidades em saúde da população local. À época, foi um marco no desenvolvimento da zona leste. A missa foi concelebrada por diversos padres da nossa Diocese e contou com a participação de autoridades, dentre as quais o prefeito da cidade de São Paulo, Ricardo Nunes, e o ex-governador do estado, Geraldo Alckmin.

Em sua homilia, Dom Manuel, refletindo o Evangelho proposto, da cura dos dez leprosos, dizia a todos que tratava-se de um dia especial, pois apesar de tantas dificuldades enfrentadas, o Hospital estava de pé, seguindo em frente com sua missão e salvando muitas vidas. "Por isso, é necessário o sentimento de gratidão, porque, no fundo, toda ingratidão é reflexo de um não reconhecimento das dádivas que o Senhor constatemente dá aos seus filhos. E quanto aqui já foi realizado, inclusive e sobretudo nesta época de séria crise sanitária", dizia.

SMARCELINA2

Após a bênção final da missa, houve um pequeno momento celebrativo, no qual o trabalho das irmãs marcelinas foi bastante reconhecido pelas autoridades presentes. Rezemos sempre pelos profissionais de saúde, especialmente nesta época da Covid-19, que tanto tem exigido destes nossos irmãos e irmãs. De fato, nestes 60 anos o Hospital continua fiel ao compromisso de promover a vida, a saúde e a dignidade dos doentes e dos pobres, formando pessoas para o serviço a seus semelhantes.