“As vocações, dom do amor de Deus”

No próximo dia 29 de abril, quarto domingo da Páscoa, conhecido como Domingo do Bom Pastor, celebramos o 49° Dia Mundial de Oração pelas vocações, dia instituído pelo Papa Paulo VI em 1964, no contexto da realização do Concílio Vaticano II.

Desde então, a cada ano, o Santo Padre dirige à Igreja uma mensagem especial para este dia. A mensagem do Papa Bento XVI para este ano tem como tema “As vocações, dom do amor de Deus”.

Em sua mensagem o Papa nos fala do amor infinito de Deus, que nos amou desde toda eternidade e por amor nos deu a vida e nos chama a viver em comunhão com Ele. Esta é a vocação primeira de todo ser humano: viver em comunhão com Deus, pois, este encontro com Deus, com seu amor, transforma, dá sentido à nossa vida e faz com que sejamos homens e mulheres felizes.

Alicerçadas neste amor de Deus, surgem as vocações específicas de especial consagração a Deus, na vida religiosa,  no sacerdócio e na vida matrimonial. Bento XVI expressa seu Desejo que as Igrejas locais se tornem ‘lugar’ de vigilante discernimento e de verificação vocacional profunda, oferecendo aos jovens e às jovens um acompanhamento espiritual sábio e vigoroso”.

Falando da Família como “comunidades de vida e de amor” o Papa cita a Exortação Apostólica Familiaris consortio  que diz ser a família “o primeiro e melhor seminário da vocação à vida consagrada pelo Reino de Deus” e pedeQue os Pastores e todos os fiéis leigos colaborem entre si para que, na Igreja, se multipliquem estas ‘casas e escolas de comunhão’ a exemplo da Sagrada Família de Nazaré, reflexo harmonioso na terra da vida da Santíssima Trindade”.

Meus irmãos e minhas irmãs, unido a estes sentimentos do Papa, me dirijo aos padres, aos diáconos, aos religiosos, às religiosas, às consagradas, aos fiéis leigos e de modo muito especial aos Agentes da Pastoral Vocacional  e aos membros da Equipe de Formação de nossa Diocese para agradecer todo o trabalho e empenho junto aos jovens e aos vocacionados, acompanhando-os em sua caminhada de discernimento e de acolhida generosa ao apelo do Senhor. Envio a todos minha bênção com os votos de todo bem e toda graça.

Dom Manuel Parrado Carral