“Enviados pelo Espírito Santo (...)
começaram a anunciar a palavra de Deus”


“Enviados pelo Espírito Santo (...) começaram a anunciar a palavra de Deus...”
(At 13,4-5) foi a inspiração bíblica que acompanhou e motivou todo o processo de elaboração do 6º Plano Diocesano de Pastoral iniciado em março de 2014 com a formação para o clero e, em março e abril, a formação para os leigos nas Regiões Episcopais. Em maio aconteceram as Assembleias Paroquiais e em julho e agosto as Assembleias Setoriais e a Assembleia das Pastorais Diocesanas e Movimentos. Este processo foi concluído com a realização da Assembleia Diocesana de Pastoral que, em 25 de outubro de 2014, com a presença de 330 delegados escolheu uma prioridade para cada uma das Urgências da Ação Evangelizadora para nortear a pastoral e a ação missionária da Diocese de São Miguel Paulista nos próximos anos.


É com o coração agradecido a Deus, aos padres, aos diáconos, aos religiosos, às religiosas, aos seminaristas, aos agentes de pastoral e a todos os fiéis desta amada Diocese que tenho a alegria de apresentar nosso 6º Plano Diocesano de Pastoral resultado do trabalho realizado nestes últimos meses e que agora devolvo para as bases de onde vieram para se tornar um instrumento que nos ajude a ser um povo em missão, semeando esperança e testemunhando uma Igreja pobre e servidora, sendo luz e sinal do Reino de Deus neste mundo.
Enraizados em Jesus Cristo vamos assumir com responsabilidade e ardor missionário o 6º Plano Diocesano de Pastoral lendo com carinho a primeira parte que faz a memória de nossa história pastoral, nos fornece uma síntese das fundamentações inspiradoras do plano e da realidade da Igreja presente em São Miguel Paulista e seus desafios.

A segunda parte apresenta-nos as Cinco Urgências da Ação Evangelizadora com as prioridades escolhidas para cada uma delas, com introdução, justificativa e pistas de ação. Vamos ler, refletir e confiantes suplicar ao Espírito Santo que nos ilumine e fortaleça na prática do que nos é proposto, em comunhão e participação, como Povo de Deus: “Agora é tempo de ser Igreja, caminhar juntos, participar!” A terceira parte traz o cronograma de divulgação, operacionalidade e avaliação.

Unidos, como Igreja Particular, supliquemos: “O Senhor completará o que começou em meu favor. Senhor, o vosso amor é eterno, não abandonais as obras das vossas mãos( Sl 138 – Ed. Santuário). Confiemos à intercessão de Nossa Senhora da Penha a concretização de nosso 6º Plano Diocesano de Pastoral: que ele ajude nossa Diocese a ser uma “Igreja em Saída” como nos pede o Papa Francisco. Que ela, a primeira Missionária do Pai, caminhe à nossa frente, nos ensine a tomar iniciativas sem medo, a ir ao encontro do outro, a procurar os afastados e a chegar às encruzilhadas dos caminhos para chamar os excluídos.

Com o lançamento oficial do 6º Plano Diocesano de Pastoral na missa dos Santos Óleos, confio à proteção de São Miguel Arcanjo, nosso padroeiro diocesano, os esforços e as iniciativas para assumirmos com ardor missionário e criatividade as prioridades escolhidas. Que Nossa Senhora da Penha nos defenda e proteja contra todo desânimo e acomodação.

Dom Manuel Parrado Carral