COLETA.NACIONAL

Gesto concreto da Campanha da Fraternidade (CF), a Coleta Nacional da Solidariedade é realizada em âmbito nacional, todos os anos, no Domingo de Ramos. Neste ano, acontecerá, como de costume, no próximo dia 10 de abril, Domingo de Ramos, de forma mais intensificada.

Destino das doações

Os recursos arrecadados integram os Fundos Diocesanos e Nacional de Solidariedade que têm contribuído para a promoção da dignidade humana, o compromisso com os pobres e a vida plena. Do total arrecadado na Coleta para a Solidariedade, 60% fica na própria diocese e é gerido pelo Fundo Diocesano de Solidariedade (FDS) com o objetivo de apoiar iniciativas e projetos locais. Os outros 40% compõem o Fundo Nacional de Solidariedade (FNS), que é administrado pelo Departamento Social da CNBB, sob a orientação do Conselho Gestor da CNBB.

Bispo, padres, religiosos(as), lideranças leigas, agentes de pastoral, colégios católicos e movimentos eclesiais são os principais motivadores e animadores da Campanha da Fraternidade em suas comunidades, paróquias e dioceses.

A Igreja espera que todos participem oferecendo sua solidariedade em favor das pessoas, grupos e comunidades, pois “ao longo de uma história de solidariedade e compromisso com as incontáveis vítimas das inúmeras formas de destruição da vida, a Igreja se reconhece servidora do Deus da vida”.

No Dia Nacional da Coleta, todo o valor arrecadado nas paróquias deve ser enviado à Mitra, que destina o valor à CNBB. Colabore!