EQUIPE DIOCESANA DE MINISTÉRIOS NÃO ORDENADOS
SUBSÍDIO DE FORMAÇÃO PARA REUNIÕES PAROQUIAIS - 03

Ministros4

“Um Congresso Eucarístico quer ser a convergência de todas as pessoas que professam a fé católica na realidade da Santíssima Eucaristia, e que desejam dar um testemunho público de sua fé na presença real do Senhor Jesus.”

A Eucaristia é o maior tesouro da Igreja Católica, porquanto é a presença do próprio Jesus Cristo no meio do povo de Deus. O povo das Escrituras caminhava para a terra prometida levando consigo a arca da aliança, com as tábuas da lei, sendo orientado por meio de Moisés e seus colaboradores. O povo do Novo Testamento caminha na história, em vista de novos céus e novas terras, levando consigo Jesus Cristo, alimentado pela Palavra das Escrituras e pela Eucaristia.

Um Congresso Eucarístico, portanto, quer reafirmar esta certeza: Ele está no meio de Nós! É um convite a todos que crêem nesta verdade: Vinde e Vede! (Jo 1,39). Um Congresso Eucarístico quer ser a convergência de todas as pessoas que professam a fé católica na realidade da Santíssima Eucaristia, e que desejam dar um testemunho público de sua fé na presença real do Senhor Jesus, animando, consolando e convertendo os fiéis.O Congresso Eucarístico é uma demonstração pública de nossa fé pessoal: anunciamos sua morte e proclamamos sua ressurreição! Vinde Senhor Jesus!

Deste modo reafirmamos nossa certeza de vida eterna, para além dos horizontes de nossa história! A partir dessa profissão explicita de nossa fé na Eucaristia, o Congresso Eucarístico busca as conseqüências práticas, o compromisso desse gesto tão sublime de adoração! Adorareis o Senhor em Espírito e Verdade (João 4,24).

Um ato de adoração radical a Jesus na Eucaristia implica em compromisso de coerência e autenticidade cristã. Por isso, um Congresso Eucarístico tem implicações teológicas e espirituais, pastorais e missionárias, catequéticas e vocacionais, sociais e políticas, culturais e ecológicas, ecumênicas e inter-religiosas. Adoramos Jesus na Eucaristia e queremos anunciá-lo á todos os homens e mulheres do nosso tempo, como o Libertador e Salvador que nos assegura vida em abundância (Jo 10,10).

Desde o início, os Congressos Eucarísticos tiveram três características essenciais:

  • Aprofundar a doutrina cristã sobre a Eucaristia;
  • Prestar culto público e solene ao Santíssimo Sacramento: adoração e reparação;
  • Manifestar a universalidade e unidade da Igreja.

Posteriormente, os Congressos Eucarísticos passaram a se preocupar também com outros aspectos, sócio-políticos diversificados e temáticas específicas:

  • Irradiar para a Igreja e a sociedade os frutos da Eucaristia na ação social;
  • Seminários temáticos para públicos específicos: crianças, jovens, militares,universitários, operários, políticos e empresários, casais e idosos, doentes e deficientes, prisioneiros e dependentes de drogas, marginalizados e excluídos;
  • Eucaristia e Missionariedade;
  • Eucaristia, Evangelização e Meios de Comunicação Social.

Para atingir seus objetivos, os Congressos Eucarísticos realizam atividades diversificadas:

  • Reflexões teológico– pastorais;
  • Solenes Celebrações
  • Litúrgicas;
  • Programas populares de educação da fé: missões populares;
  • Jornadas Sociais em favor dos pobres e excluídos.

O primeiro congresso eucarístico foi celebrado em 1881 em Lille (França), por iniciativa de um grupo de fiéis leigos, apoiados por S. Juliano Eymart. Foi uma celebração solene, de que participaram fiéis e bispos de vários países da Europa. De lá para cá, outros países quiseram repetir a bela iniciativa.

No Brasil, até agora, já houve 15 congressos eucarísticos nacionais. O primeiro foi realizado em 1933, em Salvador - BA; o último, na cidade de Florianópolis-SC, em 2006, com o tema “Ele está no meio de nós!”. O Papa João Paulo II esteve presente em dois: em Fortaleza - CE (1980) e em Natal - RN (1991). Nos outros ele foi representado por um Enviado Especial”[1].

II. XVI Congresso Eucarístico Nacional - Brasília - 13 a 16 de Maio de 2010

Tema: Eucaristia, Pão da Unidade dos Discípulos Missionários
Lema: Fica Conosco, Senhor! (cf. Lc 24,29)

“O XVI Congresso Eucarístico Nacional, que será celebrado em Brasília, de 13 a 16 de maio de 2010, tem o seguinte tema: EUCARISTIA, PÃO DA UNIDADE DOS DISCÍPULOS MISSIONÁRIOS. Este tema se inspira na V Conferência do Episcopado da América Latina e do Caribe, que aconteceu em Aparecida em maio de 2007. Em Aparecida, apresentou-se a riqueza da existência cristã a partir deste binômio: discípulo-missionário. O discípulo missionário de Jesus Cristo se alimenta do Pão eucarístico, para que possa fortalecer-se na fé, na esperança e na caridade; para que não desfaleça por causa as dificuldades do caminho. A Eucaristia também gera a unidade da Igreja: Jesus Cristo, pelo Sacramento do seu Corpo e Sangue, cria a comunhão da sua Igreja, seu Corpo Místico."

O XVI CEN terá como lema bíblico o convite dos discípulos de Emaús: FICA CONOSCO, SENHOR! Esta frase revela a fome de Deus que se encontra no coração de cada ser humano. Ela nos mostra que sem Cristo não temos sentido da vida, não encontramos a felicidade autêntica, enfim, permanecemos numa assustadora solidão. O Congresso eucarístico Nacional de 2010 tem o objetivo de proclamar a todo o Brasil a alegria da fé em Jesus Cristo realmente presente na Eucaristia e de convidar todos os católicos a crescerem na adoração, na devoção e no amor a Ele, nosso misterioso companheiro de viagem”[2].

Para refletir:

  1. Temos vivenciado o tema do Congresso Eucarístico em nossas comunidades e em no exercício de nosso ministério? (O texto-base do Congresso, à disposição nas livrarias católicas, é um ótimo subsídio para refletir sobre a Eucaristia)
  2. Como podemos crescer em nossa espiritualidade eucarística? Dê sugestões e discuta com o grupo.

 

[1] Trecho extraído do “Texto base do 15° Congresso Eucarístico Nacional”, disponível no link: http://www.cen2010.org.br/index.php?option=com_content&task=view&id=38&Itemid=58.