cabecalho

Caros Padres, Diáconos, Religiosos/as, Agentes de Pastoral e fiéis leigos e leigas:

Paz e Bem!

Em virtude das falsas mensagens eletrônicas enviadas (fake news) acerca dos colaboradores da Associação Projeto Esperança de São Miguel Paulista, referente à administração e aos descumprimentos das obrigações de ordem trabalhista com seus funcionários, informo a todos que o PROJESP é uma entidade AUTÔNOMA, com personalidade jurídica de direito privado e inscrição no Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ) sob o nº 66.856.672/0001-01. Por isso, seus objetivos e finalidades são independentes.

Portanto, para garantir a integridade das verdades e dos costumes, é dever e direito da Mitra Diocesana, por meio desta Nota, ratificar que não possui vínculo com o PROJESP, pois se trata de uma Associação com finalidades assistenciais, e seus serviços são prestados em parceria exclusiva com a Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social – SMADS e com o Centro de Referência de Assistência Social – CRAS.  

Por conseguinte, a Mitra Diocesana de São Miguel Paulista é uma Organização Religiosa, pessoa jurídica de direito privado, assim definida no art. 44, inciso IV, do Código Civil.  

Aproveito a ocasião para reforçar que a Mitra Diocesana de São Miguel Paulista não compartilha informações duvidosas, pois o compromisso com a verdade, como princípio evangélico, norteia seus princípios pastorais, litúrgicos e espirituais. Desse modo, é indefensável e, consequentemente, ilícito, usar o nome da Mitra Diocesana de São Miguel Paulista ou distribuir desinformação e boatos (notícias falsas).

Relembro que a maneira mais rápida e fácil de deter a proliferação de uma informação falsa (fake news) é se esforçando para não a compartilhar.

São Paulo, 16 de dezembro de 2020.

Dom Manuel Parrado Carral
bispo diocesano de São Miguel Paulista
(acesse aqui a Nota Oficial, assinada pelo bispo diocesano)